PRESTAÇÃO SOCIAL PARA A INCLUSÃO ALARGADA ÀS CRIANÇAS JOVENS COM DEFICIÊNCIA

O Governo aprovou, dia 22 de agosto, o alargamento da Prestação Social para a Inclusão (PSI), às crianças e jovens com deficiência com um grau de incapacidade igual ou superior a 60%.
Este alargamento consiste na atribuição de um montante fixo, correspondente a 50% do valor de referência da componente base, cerca de 136 euros, independentemente dos recursos económicos de que a família disponha. Quando a criança/jovem viva num agregado familiar monoparental, o montante atribuído é majorado em 35%.