Última atualização a 17 de Fevereiro de 2021 às 10:37

Respostas Sociais na Área da Deficiência no Novo Período de Confinamento

Logo da República portuguesa gabinete da secretaria de estado da pessoa com deficiência

A evolução epidemiológica causada pela doença COVID-19, tem exigido do Governouma permanente avaliação da situação e a aprovação de um conjunto de medidasextraordinárias de natureza sanitária, social e económica, com vista a prevenir econtrolar a sua transmissão.

O agravamento da atual situação epidemiológica e a proliferação de casos registadosde contágio de COVID-19, exige do Governo a declaração do estado de emergência,e a adoção de um conjunto de medidas excecionais de forma a conter a expansão dadoença.

Neste contexto particularmente exigente do ponto de vista sanitário, importa, todavia,que se continue a assegurar o apoio social às pessoas com deficiência e suasfamílias, através da manutenção do funcionamento de algumas respostas sociais edas suas atividades, nomeadamente das Equipas Locais de Intervenção Precoce(ELI), dos Centros de Recursos para a Inclusão (CRI), dos Centros de Apoio à VidaIndependente (CAVI) e dos Lares Residenciais (LR) e Residências Autónomas (RA).

Leia o Comunicado Completo